Edições

A importância da economia nos seis meses antes das eleições

11 Maio 2015

A economia é importante para o resultado resultado obtido pelo Governo que está no poder. Mas como mostra o que aconteceu esta semana no Reino Unido e demonstram vários estudos, incluindo um sobre Portugal, o desempenho económico nos meses imediatamente antes das eleições é que é decisivo.

(mais…)

Sorte no país de nascimento é o que mais influencia o rendimento

08 Maio 2015

Ter a sorte de nascer num país rico significa ter o rendimento duas ou três vezes mais elevado que num país pobre. A diferença é ainda maior entre os que têm os rendimentos mais baixos. Estas são conclusões de Branko Milanovic que evidenciam o forte incentivo à emigração.

(mais…)

Trocaria de cidade? Beleza e ligações emocionais contam

06 Maio 2015

As respostas de 700 inquiridos residentes no Porto, Peso da Régua, Barreiro e Moura — quatro cidades que perderam residentes nos ultimos 20 anos — dão-nos perspectivas até agora desconhecidas sobre o que leva os portugueses a permanecer nas cidades onde residem. Os factores económicos dominam, mas podem não chegar, conclui um recente estudo. A beleza e ligações emocionais também contam.

(mais…)

A defesa do investimento público, segundo o FMI

05 Maio 2015

O investimento público não só faz crescer mais o PIB como ajuda a reduzir a dívida pública, calcula o FMI, que explica porque é que apresenta esta receita como a solução para fugir à estagnação secular.

(mais…)

Sentimento pró-europeu em mínimos numa Europa encalhada

04 Maio 2015

O sentimento pró-europeu está a recuar na Europa e essa parece ser a reacção habitual às crises e aos subsequentes movimentos “forçados” de integração política e orçamental. Conclusões de um estudo de três economista italianos que avisam para a fragilidade da situação: a europa está encalhada, não quer andar para a frente, nem para trás.

(mais…)

Como a sindicalização reduz a desigualdade (e muito)

30 Abril 2015

A redução do número de sindicalizados é um dos factores centrais por trás do aumento do rendimentos dos 10% mais ricos nas economias avançadas, conclui um estudo do FMI, que avança várias explicações para a importânica dos sindicatos na redução da desigualdade salarial.

(mais…)